02 março, 2011

DEVANEANDO_*

☆Me dê as Flores em Vida,para aliviar meus ais.
Quando Eu me chamar Saudade,
quero Preces,Nada Mais.

_Nelson Cavaquinho.

20 comentários:

  1. RB E ROSA!!

    Bom ter vcs Aqui.
    LINDA NOITE E Bjs!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ana , querida !

    amei esse seu poema ai de cima (o poema da flor)
    ofuscou até nelson cavaquinho.

    beijaço!

    ResponderExcluir
  3. Olha só! Que bom que você voltou! Que bom que visitou o meu cantinho! Como é bom ler você!
    Uma grande Amizade e sem preço!
    Desejo-lhe que após a sua perda, que é sempre irreparável você fique bem, tá?
    Um Grande Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Muito linda essa postagem, flores é sempre bom, sempre encanta.

    ResponderExcluir
  5. Bonitas palavras menina, beijão, ZC

    ResponderExcluir
  6. Ana
    sou novo aqui
    e já puxei a cadeira
    pra sentir


    beijos,
    do menino-homem

    fique com Deus!

    e continuemos...

    ResponderExcluir
  7. Ameiiii a leveza, a delicadeza e que maravilha que vai voltar...
    Minha flor meiga...tenha um belo dia...beijinhos...
    Valéria
    PS: Também adoroooo voce amiga, voce tem uma Luz, uma alegria que encanta...

    ResponderExcluir
  8. Nada melhor que uma flor, para marcar o retorno.
    Enquanto sentimos o perfume da flor, o amor, surge, para de novo, escrever outra linda história.
    Um lindo dia. Muitos carinhos para você.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Me dê as flores em vida, um carinho, a mão amiga... Como dizia Nelson Gonçalves em uma de suas canções.
    Um abraço professora Ana, bjs.

    ResponderExcluir
  11. Saudades. Quanto tempo não visitava seu blog. òtimo Carnaval.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  12. olá, amiga Ana, obrigada pela visita, tenha um ótimo carnaval e um dia da mulher especial... bjs de luz

    ResponderExcluir
  13. Só uma flor pode falar de amor, mesmo assim ela prefere se calar! abraços

    ResponderExcluir
  14. Quanto uma flor não fala, sem palavras naturalmente ela nos diz tudo, marcas de amor que se sente, entre sorrisos mudos..

    Ana,
    Saudades minha amiga.
    O tempo embora muitos vezes nada diga, ele mantem o pensamento na ativa, acarinhando o coração...
    Deus te guarde e te mantenha sempre confiante...

    Lindo poetar, poucas palavras na profundidade com elas chegam e inspiram versos outros...

    Beijos

    Livinha

    ResponderExcluir
  15. Lindo gostei.
    Um maravilhoso poema cujo tema são as flores, sempre belas e divinais.

    ResponderExcluir
  16. Oi amiga, obrigada pele visita. Que fraze linda e verdadeira. Beijos

    ResponderExcluir
  17. Belo post!!!

    Belo blog,gostei daqui... VOltarei mais vezes...

    Convido vc a conhecer meu trabalho (poesia, musica, teatro)

    Ficaria muito feliz!

    http://mailsonfurtado.com

    ResponderExcluir
  18. Oi Aninha... sinto muito pela sua perda...
    Mas que bom que voltou, para nos alegrar com suas lindas palavras de amor!

    Beijos e fica com Deus

    ResponderExcluir